nov 6, 2020
74 Visitas
Comentários desativados em Maneiras de ser mais paciente na vida

Maneiras de ser mais paciente na vida

Escrito por
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe Se Gostou!
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook!

Já que você está aqui, me deixa adivinhar: Você tem ficado cansado com muita frequência e está procurando algum alívio.

Eu sei, passo por isso também. Crianças. Trabalho. Relações pessoais e familiares. Interrupções de colegas de trabalho. Prazos. Trânsito.

O tempo passa rápido e os dias podem ser realmente opressores. E a que isso leva? Uma perda completa de paciência.

A paciência é a estrela deste artigo – o que ela é e como é importante ter (se é que você não tem ou se anda perdendo facilmente por aí). Vem com a gente!

O que é paciência e por que preciso dela?

São três as definições mais abrangentes sobre paciência:

A qualidade de ser paciente. Capacidade de suportar provocação, aborrecimento, infortúnio ou dor, sem reclamação, perda de humor, irritação ou semelhantes.

Para mim, isso significa ser capaz de ficar calmo quando você está irritado.

Uma capacidade ou vontade de suprimir a inquietação ou aborrecimento quando confrontado com atrasos.

Esse claramente tem a ver com o tempo, então se você costuma estar apressado, mas ao mesmo tempo consegue aceitar atrasos inesperados, você seria considerado paciente.

Perseverança calma e constante; cuidado de temperamento uniforme; diligência.”

Essa é sobre a vontade de continuar, mesmo que as coisas não estejam indo do seu jeito.

E o que é paciência em termos leigos? É basicamente uma prática de autocontrole.

Sem ter paciência depois de um longo dia, você sem dúvida experimentará esgotamento do ego, o que significa que você não será mais capaz de regular seus pensamentos, sentimentos ou ações.

Que tipo de impacto você acha que isso poderia ter na sua vida?

Se você puder aprender a aumentar sua paciência, poderá fazer uma pausa antes de reagir a algo inesperado e ganhar melhor controle sobre si mesmo.

Construir a paciência também fornece o impulso de que você pode precisar para cumprir uma meta, ajudar a manter relacionamentos positivos com as pessoas ao seu redor, ajuda a evitar olhar para seu colega de trabalho com um olhar mortal quando falam bobagens enquanto você tem uma lista de coisas a fazer ou que um erro primário – que já está sendo corrigido – aconteceu.

Para evitar reações adversas a situações como essas, é importante aprender a desenvolver paciência. Vejamos algumas maneiras de fazer isso.

Comece a esperar pelas coisas de propósito

É estranho, mas é verdade. Uma das maneiras mais eficazes de se tornar mais paciente é literalmente ficar à espera das coisas. Uma pesquisa publicada na Psychological Science relata que esperar pelas coisas que deseja pode não apenas aumentar a paciência, mas também causar felicidade a longo prazo.

Você pode começar com pequenas coisas, como colocando o pacote fechado que chegou pelo correio de lado e cuidar dele mais tarde. Depois, você pode tentar coisas maiores, como adiar uma compra que você realmente quer fazer. E se você estiver entre os 96% das pessoas que comem conscientemente algo que vai queimar a boca porque não tem paciência para esperar? Apenas relaxe por um segundo. Literalmente.

Sua paciência aumentará com o tempo.

Coloque as coisas sem importância de lado

Há muitas coisas que você provavelmente faz (quer você perceba ou não) que tomam seu tempo longe das coisas mais importantes da sua agenda. Uma maneira de ganhar paciência é ganhar tempo.

Responda, não reaja

Quando você enfrenta um inconveniente com resistência, provavelmente fica frustrado com rapidez porque fica procurando (mas não encontrando) uma maneira de tirar o desafio da sua frente.

No entanto, se você responder em vez de reagir à circunstância não planejada, vai perceber que a fonte de frustração não é a inconveniência em si, mas os sentimentos que ela desperta dentro de você.

Se você não tem controle sobre a situação que está enfrentando, não precisa gostar, mas ainda pode optar por aceitar, já que não pode mudar de qualquer maneira. Tente ser mais aberto nas respostas a casualidades.

Dedique um dia inteiro a ser paciente

Reserve um dia e faça da paciência sua meta de curto prazo para o dia todo. Faça um esforço para pensar em tudo o que você faz enquanto passa o dia com calma.

Quando o dia terminar, pense em todas as maneiras pelas quais você foi capaz de fazer escolhas inteligentes, colaborar com outras pessoas e entender o que está acontecendo ao seu redor. Depois de fazer isso por um dia, trabalhe sua persistência e faça isso de maneira mais regular.

Pratique a pausa antes de falar

Às vezes temos tendência a deixar escapar a primeira coisa que vem à mente, sem pensar em quaisquer consequências potenciais. No entanto, se você parar para fazer uma pausa e pensar por um momento sobre o que quer dizer e como quer dizer, evita se envolver em algumas situações complicadas por pura impaciência.

Entenda que ficar irritado é viciante

Nossos cérebros ainda têm aquela velha parte que controla a resposta de lutar ou fugir para proteger nossa segurança. Quando se trata de segurança emocional, queremos o que queremos, queremos chegar à frente e queremos conquistar mais do que a pessoa ao nosso lado. Isso não é necessariamente ruim, é apenas biologia.

Esse desejo de nos proteger é viciante. Portanto, para desenvolver a paciência, você precisa aprender a lutar contra quaisquer sentimentos que sejam o oposto da paciência, incluindo raiva, irritação, culpa ou frustração.

É desconfortável no início, porque você tem que reconhecer que as coisas não estão indo do seu jeito. Então você tem que enfrentar pensamentos como “Não dá pra ir mais rápido?” ou “Por que eles são tão incompetentes?” e ir além deles. Lembre-se de que a situação em que você se encontra pode ser desconfortável, mas provavelmente não é totalmente intolerável.

Paciência é um traço de caráter maravilhoso que você pode aprender. Essa forma proposital de autodisciplina pode ajudar a evitar que você desperdice energia. À medida que aprende a deixar suas frustrações de lado, você começa a pensar de maneira mais positiva e a tomar decisões mais responsáveis.