in , , ,

Depressão existencial: o que é e cinco maneiras de superar

Depressão existencial: o que é e cinco maneiras de superar
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe Se Gostou!
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook!

As pessoas entram em depressão por diversos motivos, mas você já ouviu falar em depressão existencial?

Ocorre quando uma pessoa reflete profundamente o significado da sua vida, tão mergulhado em encontrar o próprio propósito e significado da existência, que provoca o início de uma crise existencial.

Segundo o renomado psiquiatra Irvin Yalom, autor de Psicoterapia Existencial, existem quatro causas principais desse tipo de depressão:

1. Morte

Quando a causa das depressões gira em torno da morte e da incapacidade de enxergar além disso, é existencial. Você pensa profundamente sobre o inevitável fim da vida física. Além disso, pensa em como a morte termina com nossas formas mentais e espirituais.

Algumas pessoas acreditam que existe vida após a morte, mas outras lutam com a conclusão de que não há nada após a morte. Para eles, se a morte é o fim, então qual é o sentido da vida?

2. Liberdade

Toda pessoa quer liberdade – liberdade para fazer as coisas que quer e dizer o que  quer dizer. Lutamos por nossa liberdade por séculos. No entanto, Yalom diz que a mente humana pode não entender completamente a liberdade.

Ainda podemos fazer o que queremos e ainda podemos agir de uma maneira ou de outra. Como seres humanos, temos a liberdade de criar um caminho de nossa própria criação.

Yalom diz que este é um princípio aterrorizante que causa depressão existencial porque, se somos livres, temos a liberdade de fazer escolhas ruins. É razão razão suficiente para causar uma crise existencial.

3. Isolamento

O isolamento é outra ideia preocupante que a mente pode não entender completamente. Como seres humanos, interagimos com outras pessoas e criaturas.

Aqueles que sofrem de depressão existencial provocada pelo isolamento pensam que estamos sozinhos na nossa existência porque mesmo que possamos compartilhar nossos pensamentos, ver nosso mundo, ouvir os sons e tocar em tudo, não somos o mundo, só habitamos nele.

4. Sem sentido

A falta de sentido é o ponto que combina a morte, a liberdade e o isolamento.

Quando pensamos profundamente na nossa existência temporária, incerta e solitária, algumas mentes começam a cair no poço da depressão.

Depressão existencial: o que é e cinco maneiras de superar

Agora que aprendemos o que desencadeia a depressão existencial, aqui tem cinco maneiras de lidar com isso:

1. Psicoterapia

A psicoterapia, também chamada de “terapia da conversa”, às vezes é usada no tratamento da depressão leve. Quando a depressão é moderada a grave, é usada juntamente com medicamentos antidepressivos.

A terapia cognitivo-comportamental ou TCC é um tratamento eficaz para a depressão. É uma forma de terapia focada no presente e na solução de problemas. Por sua vez, ajuda a pessoa a reconhecer o pensamento distorcido e tenta alterar o foco para algo positivo.

2. Exercício

Segundo um estudo, o exercício é um tratamento eficaz para o transtorno depressivo maior. O fator determinante para redução dos sintomas é o gasto total de energia. Portanto, não importa se você se exercita 3 ou 5 dias por semana. O que importa é praticar 30 minutos ou mais de atividade física de intensidade moderada. Além de ajudar no combate a depressão, há inúmeros outros benefícios para a saúde.

3. Cuide de si mesmo

Também é possível melhorar os sintomas da depressão cuidando de si mesmo. Durma bastante, faça uma dieta saudável, evite pessoas negativas, aprenda a dizer não e participe de atividades agradáveis. 

Outro fator importante sobre cuidar de si mesmo é, mesmo que você sinta que ninguém te entende, vale a pena dividir. Talvez você se surpreenda com algum tipo de identificação ou até mesmo compreensão. Sabemos de nós mesmos, não dos outros.

4. Mantenha o foco no que você pode, não no que está fora das suas mãos

Uma das causas mais comuns de sofrimento para quem sofre de depressão existencial é a enorme escala de incertezas. Quando você pensa sobre o que acontece após a morte, está pensando no desconhecido que não tem resposta.

Nenhum pensamento te levará a uma resposta definitiva às esse tipo de pergunta porque está fora do seu controle entender ou modificar isso. Foque em outro tipo de pergunta, como “o que eu posso fazer para esta vida valer a pena?

Sua influência é limitada, mas, em vez de deixar isso te desanimar, considere todas as maneiras pelas quais você pode impactar a vida das pessoas ao seu redor. Mesmo que seu alcance seja limitado, é possível criar um efeito positivo.

Depressão existencial: o que é e cinco maneiras de superar

5. Sofra

Tudo bem sofrer. Faz parte da vida. Se você perdeu alguém, por exemplo, ofereça a si mesmo o tempo de sofrer o luto. Lamentar por aquele que foi e por você mesmo, é ok.

Mas se você está sofrendo de depressão existencial, é importante procurar tratamento. Você não está sozinho – sua família e amigos estão lá para você a cada passo do caminho.

Com essas dicas é possível neutralizar os agentes que causam a depressão existencial, mas ela pode ser algo realmente debilitante que comprometa partes importantes da sua vida. Procure ajuda, não tem nada de errado nisso.

O que você achou?

0 points
Upvote Downvote
Sete sinais sutis de depressão que você nunca deve ignorar

Sete sinais sutis de depressão que você nunca deve ignorar

10 benefícios do banho frio

10 benefícios do banho frio