out 21, 2020
30 Visitas

Cinco maneiras de praticar a filosofia “mindfulness” todos os dias

Escrito por
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe Se Gostou!
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook!

Segundo o dicionário Oxford, a definição de mindfulness (atenção plena, em tradução livre) é “a qualidade ou estado de estar ciente e/ou consciente de alguma coisa”. 

No setor de bem estar e saúde vemos esse termo sendo utilizado como uma melhoria de estado da saúde mental, reduzindo os riscos de doenças e até revitalizando nossa criatividade. Gosto de pensar nesse termo também como uma “palavra de poder” e não precisamos ir muito longe na literatura social para ver o quanto se popularizou.

Mas o que realmente é essa atenção plena? E como colocar isso em prática? Você descobrirá mais sobre a filosofia mindfulness neste artigo.

O que é atenção plena?

A atenção plena pode ser pensada como consciência do momento presente em tudo o que estamos fazendo. É uma prática de estar ciente dos nossos pensamentos e sentimentos à medida que surgem, sem julgamento, crítica ou apego. 

Agora que sabemos o que a atenção plena significa, vamos colocar em termos práticos para nos ajudar a visualizar na vida cotidiana. Pense, por exemplo, no seu trajeto para o trabalho. Para muitos de nós, o trânsito é uma experiência emocionalmente estressante (você pode ser honesto, tudo bem). Ficamos com raiva quando alguém nos fecha e automaticamente pensamos que essa pessoa é péssima, além de descuidada e imprudente. A realidade é: não sabemos se essa pessoa está atrasada, assim como nós, ou se está sofrendo uma emergência familiar.

Nossas emoções e ego inflamado criam narrativas na mente que ditam nossa resposta. Isso não apenas leva ao estresse naquele momento e pelo resto do dia; também cria padrões de hábitos na nossa fiação neurológica que nos encorajam a manter esse comportamento a longo prazo.

Em vez de abordar nosso trabalho, a partir dessa atitude, podemos incorporar a atenção plena: tomando consciência do assento, como nossas mãos se sentem no volante, a temperatura no carro, nossa respiração, a paisagem ao redor e os ruídos internos e externos.

Estes são apenas alguns exemplos, mas a ideia é estar presente na experiência de dirigir.

Quando percebemos que as emoções surgem quando alguém nos fecha ou quando estamos presos no engarrafamento, podemos abordar essas emoções com consciência, em vez de agir impulsivamente sobre elas. O lado bom de praticar a atenção plena é que pode ser praticada a qualquer momento, em qualquer lugar. 

Aqui está uma lista de algumas maneiras práticas e fáceis de exercer a filosofia mindfulness durante o seu dia.

1. Meditação

Provavelmente, uma das melhores maneiras de praticar a atenção plena é através da meditação. Essa prática é centrada em estar presente e perceber quais pensamentos e sentimentos surgem.

Existem muitas maneiras de meditar, todas com a preferência e o objetivo pessoais em mente. É uma maneira poderosa de se apresentar às muitas ferramentas que esse estilo de vida abrirá para você. 

Se você é novo no mundo da meditação, experimente as meditações guiadas… Logo você pega o jeito.

2. Caminhe na natureza

A natureza é o primeiro professor de todos. Estar do lado de fora e fazer uma pausa do trabalho, da família e da lista de tarefas é uma maneira bonita e simples de redefinir todo o seu sistema. 

Seja um passeio no seu parque favorito ou uma caminhada depois de um dia longo, estar na natureza é uma das melhores formas de praticar a atenção plena. Sentir a terra sob seus pés, com que firmeza ou suavidade você pisa no chão, os cheiros e barulhos ao seu redor e que pensamentos, sentimentos ou memórias isso traz para você.

Caminhadas na natureza podem ser incrivelmente terapêuticas. Te envolvem no momento presente e abrem espaço para criatividade, clareza e profunda conexão interna.

3. Brinque com o seu pet

Esta é uma maneira de praticar a atenção plena e expressar amor! 

Dar carinho e brincar com os animais de estimação são alguns dos momentos mais preciosos do dia e estão profundamente enraizados na consciência do momento. Isso não apenas tira você da sobrecarga mental, como também ajuda a aliviar a depressão, refrear a ansiedade e diminuir a pressão alta. 

Da próxima vez que você tiver alguns minutos, jogue a bola pro seu cachorro ou sacuda os brinquedos de penas do seu gato. Eles não só vão adorar e ficar animados, como você vai poder perceber todas as maneiras pelas quais aquele momento é importante.

4. Cozinha e saboreie uma refeição

Você pode seguir uma receita e se sintonizar com os ingredientes. Essa prática cria uma conexão mágica entre você e a comida que vai te alimentar. Ou se você tem um prato preferido que adora preparar e não precisa seguir uma receita, acrescente algo diferente ou inverta a ordem das coisas. Costumamos fazer refeições familiares por capricho e de maneira automatizada.

Veja se você pode adotar uma abordagem diferente e consciente e cozinhe sua refeição lenta e deliberadamente. Você consegue sentir o cheiro de cada fruta ou vegetal antes de cortar? Pode perceber os ruídos da comida borbulhando ou mesmo o barulho dos utensílios ou da faca na tábua de cortar? Que emoções ou pensamentos surgem ao preparar esta refeição? Que seja uma experiência para todos os sentidos.

Ah, e claro, uma das maiores experiência é degustar aquilo que você preparou. Perceba os gostos, as notas, o tempero. Sinta o carinho em cada garfada.

5. Pratique a co-escuta

Essa é uma prática poderosa em nossos relacionamentos e amizades pessoais e profissionais. Quantas vezes você se lembra de ouvir a história de um amigo e, ao mesmo tempo, planejar o que vai dizer de volta?

Todos nós, em algum momento ou outro, entramos em uma própria conversa mental enquanto conversamos com alguém. A prática da co-escuta é maravilhosa para nos ajudar a estar completamente presente para a outra pessoa. Também nos ensina como manter espaço para o que alguém está compartilhando, exercitar a empatia.

Todos nós queremos ser ouvidos e reconhecidos. Sua prática consciente de co-escuta coloca no universo que você merece o mesmo em troca.

 

A prática da filosofia mindfulness é o simples compromisso de permanecer presente para o que você está fazendo. Seja no trânsito, no trabalho, com os entes queridos ou sozinho, você pode praticar a desaceleração e tomar consciência do que está acontecendo ao seu redor e dentro de você. Isso beneficiará muito sua saúde mental, física e emocional, bem como os relacionamentos que você nutre. 

Não deixe para depois, comece agora a exercer a atenção plena e sinta-se automaticamente mais grato e feliz pela vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *