out 21, 2020
33 Visitas

5 maneiras (respaldadas pela psicologia) de se livrar do mau humor

Escrito por
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe Se Gostou!
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook!

Não tem nada pior do que ficar de mau humor, especialmente quando parece surgir do nada. Pode ser causado por um comentário nada a ver, um olhar feio ou uma xícara de café vazia, logo a negatividade nos domina e acaba com nosso humor.

Mas agora que você já está de mau humor, não faz sentido continuar assim. Estar de mau humor é bom por um curto período de tempo, mas você não precisa permanecer nessa vibe. Não é produtivo ou faz bem para você sua felicidade e nem melhora sua vida.

Alguns psicólogos acreditam que o mau humor se origina no esgotamento do ego. O pesquisador Roy Baumeister sugeriu em sua pesquisa que quando as pessoas usam sua força de vontade para evitar tentações, elas diminuem seus recursos cognitivos.

Pense em si mesmo tendo uma crise de estresse: quando você passa dos limites fica de mau humor, o que pode se manifestar em raiva, irritabilidade ou cinismo. Tudo isso faz com que a pressão arterial suba e aumente o nível do hormônio do estresse, o cortisol.

Existe uma infinidade de razões que nos deixam de mau humor e todas elas são totalmente pessoais para você. Embora as causas sejam variadas, existem algumas estratégias comuns que tendem a ajudar a diminuir ou até neutralizar isso.

Fizemos uma lista de dicas que é mais como escolha e tentativa para o que funciona melhor para você. Algumas funcionarão para o mau humor, mas se o seu for causado por um sentimento forte ou algo mais profundo, você deve encarar esse sentimento e lidar com a situação. A maneira mais eficaz de sair do estado de mau humor é enfrentando os problemas e resolvendo.

Vamos às dicas!

1. Gratidão

Gratidão é o poder de mudar a mentalidade da falta e negatividade para riqueza e positividade. É tão fácil ser sugado para o espaço negativo da sociedade em que vivemos, da mídia e de nossa cultura. No entanto, praticando a gratidão, você literalmente altera a estrutura molecular do cérebro e manter a massa cinzenta funcionando faz você se sentir mais saudável e feliz.

O poder da gratidão é extenso e tem sido apoiado cada vez mais por cientistas e psicólogos. Ao praticar a gratidão, você ativa seu hipotálamo e as outras partes das vias de recompensa do cérebro para melhorar seu humor. Seu cérebro é incrível e pode ser usado para gerar emoções positivas ou negativas e essa pode ser uma escolha sua.

Pratique a gratidão como uma maneira de dispersar seu mau humor. Você não precisa começar grande. Comece pequeno, apreciando as pequenas coisas da vida: o cheiro de café, a bondade de um estranho, o som do seu bebê rindo. 

A gratidão pode ser tão viciante quanto um mau humor.

2. Exercícios

A gratidão é um começo maravilhoso, mas às vezes não é suficiente. Às vezes, você está tão de mau humor que nem consegue entrar nesse estado para expressar a gratidão. É quando você pode tentar se exercitar. Há muitas, muitas evidências que apoiam o exercício como um estimulador de humor.

A mudança mais notável que o exercício cria é a liberação de quatro substâncias químicas notáveis ​​no cérebro: serotonina, dopamina, endorfinas e noradrenalina. Essas substâncias são liberadas no corpo causando sensações de felicidade e satisfação. Se você ficou de mau humor, tente uma aula de ginástica ou faça uma longa caminhada ou corrida. Experimente exercícios matinais para começar bem o seu dia. É surpreendente o quanto isso ajuda!

3. Meditação

Essa é uma maneira mais profunda de lidar com o mau humor. O mundo é extremamente avassalador e, às vezes, exercício e gratidão ainda parecem pouco. Talvez você só precise parar por um momento e respirar.

É tão fácil se envolver com pensamentos negativos que flutuam em torno das nossas cabeças, então reserve um momento para sentar e encarar esse tipo de energia.

Quando você está estressado ou de mau humor, seu córtex pré-frontall se torna hiperativo e você fica deprimido. A meditação altera certas regiões do cérebro que estão especificamente ligadas à depressão. 

A meditação treina o cérebro para alcançar o foco sustentado e retornar a esse foco quando pensamentos negativos, emoções e sensações físicas se intrometerem – o que acontece muito quando você se sente estressado e ansioso. 

Ela faz você parar e enfrentar esses sentimentos, além de relaxar a tensão que eles causam. Existem até opções para fazer meditações guiadas específicas para melhorar o humor, se você é novo na meditação. Não custa experimentar!

4. Descanso

Meditação, gratidão e exercício são muito bons, mas se você estiver exausto talvez não sejam de muita ajuda. Todos somos humanos e, no final do dia, vivemos, respiramos, comemos e nos cansamos. 

Às vezes você só precisa descansar, algo que é desaprovado culturalmente. Vivemos em um tipo de mundo que praticamente diz “faça tudo agora, não tem tempo a perder” e, se você descansa, está sendo preguiçoso. Isso é desgastante.

Estudos mostraram que a privação parcial do sono tem um efeito significativo no humor. Tente descansar, e eu não quero dizer apenas dormir mais ou tirar uma soneca. Quero dizer também se desconectar da constante necessidade de movimento constante. Estou falando de sentar e tirar um dia para não fazer nada. Recarregar as baterias. 

Se você estiver se sentindo emocionalmente esgotado, terá dificuldade em se livrar do mau humor.

5. Faça conexões com seus amigos

Este é incrivelmente importante e frequentemente subestimado. Quando nos sentimos abatidos, nos desconectamos e não damos o devido valor àqueles que nos rodeiam. 

Chegar e dividir o mau humor com um amigo pode fazer toda a diferença. Isso nos ajuda a processar nossos sentimentos, colocá-los em perspectiva, além das sensações de apoio e acolhimento. Um estudo de imagens do cérebro realizado por psicólogos sugere que verbalizar nossos sentimentos torna a tristeza, a raiva e a dor menos intensas.

Às vezes, parece que manter todo esse ruído dentro da cabeça deixa o barulho dos pensamentos muito alto e ficamos sobrecarregados. Passar um tempo expressando como você se sente em um espaço seguro pode ser muito terapêutico e estimulante!

Estar de mau humor é uma porcaria, mas você é o principal responsável por seu humor e ações. Alguém ou algo pode desencadear o mau humor, mas você é responsável por como se sente e pelo que faz com ele.

Você pode simplesmente optar por realizar essas atividades para melhorar e assumir a responsabilidade por como se sente, devolvendo poder e controle sobre seu humor.

Nada dura para sempre, nem mesmo o mau humor. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *